Nossos Produtos



Xinxo ou Sincho

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 44, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2016

ANEXO II

PADRÕES DE CAMPO PARA PRODUÇÃO DE SEMENTES DE ESPÉCIES FORRAGEIRAS DE CLIMA TEMPERADO

Parâmetros Padrões
Categorias Básica C1¹ e C2² S1³ S2?
1. Isolamento entre espécies de mesmo gênero (metros) Espécies autógamas e apomíticas 3 3 3 3
Espécies alógomas 200 200 200 200
* 50 50 50 50
2. Subamostras Quantidade (n°) 6 6 6 6
Tamanho (m²) 10 10 10 10
3. Fora do tipo (plantas atípicas)? (n° máximo de plantas na média das subamostras)   2 3 5 15
4. Outras espécies cultivadas (n° máximo de plantas na soma das subamostras)? Forrageiras e Não Forrageiras - - - -
5. Número mínimo de vistorias?   2 2 2 2
6. Área máxima da gleba para vistoria (ha)   50 100 100 100

 * Isolamento para espécies: Holcus lanatuas L. - Capim lanudo, Pisum sativum L. subsp. Sativum var. arvense (L.) Poir. - Ervilha Forrageira e Dactylis glomerata L. - Dactilis.

  1. Semente certificada de primeira geração.
  2. Semente certificada de segunda geração.
  3. Semente de primeira geração.
  4. Semente de segunda geração.
  5. Número máximo permitido de plantas, das mesma espécie, que apresente qualquer característica que não coincida com a do descritor da cultivar em vistoria.
  6. Para a produção de sementes de Festuca (Festuca arundinacea Schreb.) é permitida a consorciação com espécies do gênero Trifolium e Lotus. Para a produção de sementes de Ervilhaca (Vicia sativa L.) e ervilhaca pilosa (Vicia vilosa Roth) é permitida a consorciação com espécies do gênero Avena.
  7. As vistorias obrigatórias deverão ser realizadas pelo Responsável Técnico do produtor ou do certificador, nas fases de floração e de pré-colheita.

ANEXO V

PADRÕES DE IDENTIDADE E DE QUALIDADE PARA A PRODUÇÃO DE SEMENTES DE ESPÉCIES FORRAGEIRAS DE CLIMA TEMPERADO DA FAMÍLIA FABACEAE

Espécie Peso Máximo
do Lote (kg)
Peso Mínimo da Amostra Média (g) Amostra de trabalho para Análise de Pureza (g)
Nome Científico Nome Comum
Lathvrus sativus L. Xinxo ou Sincho 20.000 1.000 450

 

Semente Pura (% mínima) % Outras sementes Germinação (% mínima)
Básica C1¹ e C2² S1³ S2? Básica C1¹ e C2² S1³ S2? Básica C1¹ e C2² S1³ S2?
97,0 97,0 97,0 95,0 0,05 0,1 0,2 1,0 65 70 70 70
  1. Semente certificada de primeira geração.
  2. Semente certificada de segunda geração.
  3. Semente de primeira geração.
  4. Semente de segunda geração.

ANEXO VI

PADRÕES DE IDENTIDADE E DE QUALIDADE PARA A PRODUÇÃO DE SEMENTES DE ESPÉCIES FORRAGEIRAS DE CLIMA TEMPERADO DA FAMÍLIA FABACEAE - LIMITE MÁXIMO POR ESPÉCIE

Espécie Amostra de trabalho para Determinação de Outras Sementes por Número (g) Outras espécies cultivadas (n°)
Cultivadas e Silvestres Nocivas Proibidas e Toleradas Básica C1 e C2 S1 S2
Lathvrus sativus L. 450 1.000 1 3 6 12

 

Semente Silvestre (n°) Semente Nociva Tolerada (n°) Semente Nociva Proibida (n°)
Básica C1 e C2 S1 S2 Básica C1 e C2 S1 S2 Básica C1 e C2 S1 e S2
5 14 36 70 10 20 30 60 0






Links Úteis



Fale Conosco


DISMAT DISTRIBUIDORA DE SEMENTES. RENASEM - MT-03.307/2016 IDEA-MT - 001.914. Av: Marechal Rondon nr 1890. 1º andar. Sala 01 - Bairro – Jardim Paulista. Rondonópolis – MT. CEP: 78-700-721

contato@dismatcorretora.com.br


DDG – 0800.647.6647
FIXO – 066.3421.8282
CEL – 066.99984.3692
Whats -066.99984.0673